Rina Brasil

Selecione o pais

Skip Navigation LinksPagina inicial >> TÓPICOS PRINCIPAIS >> Revisão de ISO 9001 e ISO 14001 >> Estrutura de Alto Nível

Estrutura de Alto Nível


Uma estrutura comum de normas para sistemas de gestão, elaborada em 2012 e aplicável às novas normas ISO e a revisões futuras de normas ISO existentes.

HLS significa:
  • Terminologia, texto, definições, títulos e a sequência comum dso mesmos
  • Maior importância dada ao conceito de risco

Em particular, todas as normas de sistemas de gestão apresentam:

  1. Uma estrutura composta por 10 pontos principais
  2. Dentro de cada ponto há alguns parágrafos e conteúdos, cuja inclusão em todas as normas é obrigatória.
  3. Se necessário, as normas individuais podem acrescentar requisitos específicos em relação aos seus campos de aplicação.

HLS – Estrutura

  1. Escopo
  2. Referências normativas
  3. Termos e definições
  4. Contexto da organização
    • Compreender a organização e seu contexto
    • Compreender as necessidades e expectativas das partes interessadas
    • Determinar o escopo do sistema de gestão
    • Sistema de gestão
  5. Liderança
    • Liderança e compromisso
    • Política
    • Papéis, responsabilidades e autoridades organizacionais
  6. Planejamento
    • Ações para abordar riscos e oportunidades
    • Objetivos e planejamento para atingi-los
  7. Suporte
    • Recursos
    • Competência
    • Consciência
    • Comunicação
    • Informação documentada
  8. Operação
    • Planejamento e controle operacional
  9. Avaliação de desempenho
    • Monitoramento, medição, análise e avaliação
    • Auditoria interna
  10. Melhoria
    • Não-conformidade e medidas corretivas
    • Melhoria contínua

 

HLS em resumo

  1. Pensamento baseado no risco: a análise de riscos e oportunidades abrangem todos os requisitos normativos. A exigência específica dedicada a "ações preventivas" desaparece.
  2. Contexto da organização: um conhecimento dos contextos interno e externo, bem como das necessidades e expectativas das partes interessadas, leva à definição correta do campo de aplicação do sistema de gestão. Ele também faz com que seja possível analisar e providenciar fatores críticos (internos e externos) que podem afetar a capacidade da organização de atingir os resultados desejados.
  3. Liderança: a diretoria deve mostrar liderança e compromisso para que a implementação do sistema de gestão seja integrado nos processos de gestão estratégica da organização.
  4. Planejamento: permite que a organização perceba as oportunidades oferecidas pelo contexto de referência, analise os riscos associados, e evite impactos negativos que podem afetar a realização das metas.
  5. Informações documentadas: organizações podem escolher as formas mais adequadas de preparação e manutenção da documentação relacionada a suas operações.
  6. Gestão do conhecimento: o conhecimento e as habilidades das pessoas são elevados ao status de exigência, já que são considerados um elemento de qualificação para atingir os objetivos da organização.




Nome
Sobrenome *
E-mail *
Empresa *
País
Cidade
Telefone

Solicitar informação

Obrigada por nos contactar.